Av. Brigadeiro Manoel R. Jordão, 761 - Barueri, SP | Tel: (11) 4194.0458 | E-mail: pnsmi@uol.com.br

A Paróquia


Fundação da Paróquia Nossa Senhora Mãe Da Igreja – Matriz

“Fazei tudo o que Ele vos disser.” (Lucas, 2-5)

Maria Santíssima coroada rainha dos corações, sendo a Mãe da igreja deve receber toda a veneração de seus filhos. Por um designo Divino, a cidade de Barueri recebe por graça de Deus o presente de uma Igreja em honra da maternidade desta Senhora. No dia 30 de dezembro de 1973, foi criada a nova Paróquia da Arquidiocese de São Paulo, sob o título de Nossa Senhora Mãe da Igreja, localizada no Jd. Silveira, município de Barueri e desmembrada da Paróquia Nossa Senhora das Graças do Jd. Belval; da Paróquia São João Batista de Barueri; da Paróquia de Santo Antônio de Vila Caldas de Carapicuíba e da Paroquia Nossa Senhora Aparecida em Jandira.

PASSAGEM DOS PADRES

Tomou posse canônica seu primeiro vigário Padre Mário Arnoldi da Congregação da Sagrada Família, sendo oficialmente o Vigário Episcopal da Região Oeste II, Padre Rafael Busatto, que no ato representou o então Senhor Cardeal Arcebispo de São Paulo Dom Paulo Evaristo Arns.

Padre Mario permaneceu na comunidade nos oito anos seguintes e passou a paróquia para Padre Elídio Mantovani em 10 de janeiro de 1982 que permanece até 24 de dezembro de 1989, tendo grande expressão junto aos paroquianos. Depois de sete anos a comunidade recebeu Padre Sergio Bonassa que ficou de 27 de janeiro de 1990 a 26 de outubro de 1993.

No dia 20 de setembro de 1993, inicio do Outono Padre Atílio de Souza assume como Pároco da Matriz e inicia com entusiasmo seu trabalho nesta região. A Matriz e as demais Comunidades que surgiram cresceram significativamente nestes últimos anos. Deus em sua Bondade, por meio de Maria Mãe da Igreja dispensou graças abundantes, sobre o Padre Atílio que incansavelmente ainda trabalha, evangelizando e sobre os fiéis que se empenharam e ainda colaboram nas diversas atividades da comunidade visando espalhar o Evangelho de Cristo.

HOMENAGEM FEITA AO PADRE ELÍDIO MANATOVANI

Padre Elídio, que chegou em 1982 deu assistência espiritual, pastoral e humana durante oito anos nos bairros que formam a área da Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja. Sacerdote exemplar, que sempre buscava aprofundar seus conhecimentos teológicos se destacou por sua capacidade de acolher, ouvir e orientar com muita prudência todos aqueles que o procuravam. Incentivou na Paróquia a participação, sobretudo de casais, no movimento intitulado “Cursinhos de Cristandade”, cuja finalidade era levar as pessoas a um aprofunda reflexão sobre o sentido da vida, o amor a Deus e ao próximo, e o compromisso com os valores do Evangelho, tais como a prática da justiça e da fraternidade.

Foi o responsável, com a ajuda da comunidade, pela compra do terreno em que hoje está a Capela Beato José de Anchieta no Parque dos Camargo. Padre Elídio decidiu escolher o Beato José de Anchieta, porque passou por Barueri e ter presidido a primeira missa rezada em nossa cidade. Padre Elídio empenhou-se em trazer a imagem do Patrono da comunidade para que fosse um sinal de um missionário vindo de outro país e dedicou toda a sua vida e ministério ao Evangelho.

A escola de Ensino Fundamental EEPG Maria Helena, foi instituída em 1984, pela Secretária da Educação, através do decreto 20.202/82 de 29/08/1984. Ela foi criada pelo Decreto Municipal 4763 de 15 de maio de 2001 e teve sua denominação alterada para EMEF. Padre Elídio Mantovani pela Lei Municipal 1288 de 12 de março de 2002.

Esta homenagem foi prestada ao Padre Elidio porque se dedicou muito em prol da comunidade local. A EMEF Padre Elídio Mantovani é mantida pelo Poder Público Municipal de Barueri e administrada pela Secretaria de Ensino Fundamental (SEF), com base nos dispositivos Constitucionais vigentes na Lei de Diretrizes e base na Educação Nacional e no Estatuto da Criança e Adolescente.

Passagem dos seminaristas

Marcelo Fernandes de Lima tem a Paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja como origem e berço de sua vocação. Aqui galgou os primeiros passos da vida cristã na experiência da comunidade. Marcelo recebeu o sacramento da Eucaristia em 14 de novembro de 1999 e o da Crisma no dia 28 de novembro do mesmo ano, ambos nesta paróquia. Antes de entrar no seminário, fora coroinha, participante do grupo de jovens, agente da acolhida, catequista, ministro extraordinário da comunhão e exéquias. Ingressou no propedêutico Santo Antônio em abril de 2007 – no qual permaneceu como agente de pastoral em suas atividades nesta paróquia – e no seminário maior São José em fevereiro de 2008. No período de 2008 a 2009, trabalhou como seminarista na mesma referida paróquia assessorando as pastorais existentes da mesma.

Destaque para catequese, coroinhas, ministérios, liturgia e jovens. No início de 2010 deixou suas atividades pastorais e, por virtude do processo formativo do seminário, foi designado à outra região da diocese da qual perseveram com orações.

No presente ano a comunidade tem a presença do Seminarista Vandilson Pereira Sobrinho, no segundo ano de Filosofia. Vem da Congregação Sagrada Família de Bergamo, onde fez uma experiência de dois anos, 2009 / 2010, ingressando no seminário diocesano São José já no terceiro semestre do ano de 2012 em que desempenha a sua pastoral em nossa paróquia. Iniciou os trabalhos com a Pastoral da Saúde e colabora com algumas formações na Matriz.

Oração da Padroeira da Comunidade (Nossa Senhora Mãe da Igreja)

Ó Maria, que no cenáculo estivestes reunida com os apóstolos em oração, preparando seus corações para a graça de Pentecostes que marcou o nascimento da Igreja; interceda por todos nós, vossos filhos e filhas, para que tendo renascido pelo batismo para uma vida nova, assumamos cada vez mais a nossa vocação e missão na comunidade e na sociedade. Como membro da Igreja, Corpo Místico de vosso Divino Filho Jesus, fazei com que sempre contemos em nossa caminhada com a vossa maternal proteção.

Vinde em socorro de nossas necessidades e das necessidades de nossos irmãos, e dignai-vos atender nosso pedido (faz-se o pedido). Que nossas famílias, ó Mãe querida, torne-se pela presença de Jesus Ressuscitado, santuários de vida, amor, paz, perdão e fraternidade. E que possamos proclamar com nosso testemunho a todas as pessoas que sois a Mãe da Igreja, a primeira cristã. Aquela que nos gerou espiritualmente ao pé da cruz, para Deus nosso Senhor. Amém!

Imprimir